Entenda como a obesidade pode lhe causar impotência sexual

Obesidade causa impotência

A obesidade é uma doença que preocupa os homens. A obesidade é o acúmulo excessivo de gordura no corpo, o que pode promover um grande risco à saúde.

Esse excesso de peso pode causar diversas doenças particulares limitantes e, quando esse excesso de gordura se localiza no abdômen, deixa a pessoa sujeita ao surgimento de doenças crônicas como a pressão alta, diabetes do tipo 2, apneia do sono, gordura no fígado, alterações nos lipídeos sanguíneos, colesterol e triglicerídeos altos, o que aumenta e muito as chances da pessoa sofrer infarto e acidente vascular cerebral.

A obesidade também faz com que a pessoa fique pré-dispostas a contrair vários tipos de cânceres, principalmente os de mama, cólon endométrio e próstata. Nas mulheres, a obesidade também interfere na fertilidade, pois está ligada direta à síndrome dos óvulos policísticos.

Se acontece no período em que a mulher estiver grávida, aumenta o risco dela sofrer um risco de abortamento precoce, além de complicações como diabetes gestacional e eclâmpsia.

Com o tempo passando rápido demais, a vida sendo tão agitada quanto, as pessoas acabam se alimentos muito mal. E, quando não praticam nenhuma atividade física, ela ganhará peso cada vez mais.

Acontece que a obesidade é algo que vem preocupando cada vez mais a vida dos brasileiros.

Entre diversos fatores que a obesidade pode causar, como os problemas de saúde, ela está ligada diretamente com a relação sexual.

Por isso, não brinque com a sua saúde. Fique por aqui que eu trarei algumas informações importantíssimas para você.

Afinal de contas, qual a relação entre a obesidade e o sexo?

A gordura no sangue proveniente da obesidade afeta diretamente o sistema circulatório, o que pode fazer com que os vasos que estão presentes na região peniana, podem congestionar.

A falta de circulação de sangue pode impedir que o homem conseguisse ter uma ereção. Além disso, a obesidade está relacionada a doenças cardíacas, hipertensão e diabetes.

Essas doenças têm grande influência na disfunção erétil, o que faz com que indiretamente a obesidade possa causar a impotência sexual. Problemas psicológicos podem ser grandes fatores de influência na hora do sexo.

Muitas pessoas não estão contentes com o corpo e na hora da relação sexual acabam se sentindo muito expostas, abalando o psicológico e provocando assim desconforto e dificuldades de praticar o sexo.

A obesidade e o sexo não se relacionam bem em alguns aspectos. Muitas mulheres podem ter problemas de ovários policísticos causados pela obesidade, dificultando a gravidez.

Nos homens, o que afeta é que os espermatozoides são bem mais lentos, o que faz com que muitos não consigam chegar até os óvulos, contribuindo na dificuldade de engravidar.

É possível ver que a obesidade e o sexo podem não combinar muito. Por isso, procure ajuda de um profissional para ter uma alimentação equilibrada e consequentemente melhorar a saúde.

Muitos homens acabam recorrendo a remédios e acessórios para melhorar o desempenho sexual e eventualmente acabar com a impotência sexual. Entretanto, muitos dessas alternativas não funcionam e podem até mesmo prejudicar ainda mais sua relação sexual.

A bomba peniana é um acessório que pode até funcionar em alguns casos e pode ser uma alternativa. Entretanto, para que a bomba peniana funciona é necessário o acompanhamento de um urologista.

O que fazer para combater a obesidade?

ObesidadeNão se deve brincar com doença. Ainda mais com situações que podem te levar a desenvolver doenças que estão ligadas diretamente à obesidade.

Para que você consiga manter um controle do seu peso, este texto trará informações para que você saiba os procedimentos para não deixar chegar ao estado de obesidade.

Existem algumas recomendações simples que ajudam a controlar a obesidade. São elas:

  • Evitar alimentos que contem muito sódio;
  • Evitar alimentos com gorduras trans e gorduras ômega 6 – essas gorduras aumentam a inflamação do corpo, elevando a pressão arterial;
  • Evitar o consumo de açúcar – é preciso evitar o consumo do açúcar. Alguns estudos já mostram que ele é até mais prejudicial à saúde do que o sal;
  • Praticar atividades físicas, de preferência, ao ara livre – praticar alguma atividade física ajuda a manter o seu peso saudável, reduzindo a sua pressão. É indicado para os pacientes com pressão arterial alta, pelo menos, vinte minutos de atividades físicas;
  • Reduzir o nível de estresse – procure, diariamente, praticar atividades de relaxamento, como respiração e meditação. Essas atividades ajudam a relaxar e reduzir a pressão do sangue.

Criar um novo estilo de vida é essencial para sair da obesidade. Consulte o médico, veja como está a sua saúde, faça todos os exames e, se possível, faça uma reeducação alimentar e pratique exercícios físicos.

Os piores alimentos que diminuem a sua libido

Ter desejo sexual é vital para todo ser humano. É um ato normal e que faz parte do homem. E não há o menor problema em sentir isso. E é uma sensação extramente prazerosa você sentir desejo sexual por alguma pessoa.

Muitos podem achar uma situação estranha comentar sobre esse assunto, muitos preferem nem comentar, mas a grande verdade é que todos gostam de sentir essa sensação e com as mulheres não é diferente. Todas, sem exceção, já sentiram ou sentem desejo sexual.

Mas acontece que, muitas mulheres acabam perdendo o desejo sexual, muitas deixam de lado a vontade de estar com alguém e se recusam a fazer algo para que esse quadro se reverta.

Assim como algumas mulheres não querem mais ter essa sensação, outras precisam ter de volta a sua libido, querem voltar a sentir a sensação de prazer, de estar com alguém. E o que muitas mulheres não sabem é que essa perda da libido pode estar ligada diretamente com os alimentos que são ingeridos por elas.

E esse artigo é especialmente para você que:

  • Mulher que deseja aumentar a libido;
  • Deseja fazer que sua mulher tenha mais apetite sexual

Para ambos os casos esse artigo ajudará, pois aqui eu falarei de alguns alimentos que fazem com que a libido da mulher diminua e também trará alimentos que fazem com que o seu apetite sexual aumente sem precisar tomar medicamento como o viagra feminino.

Alimentos que diminuem a libido

Alimentos que diminuem a libido

Como existem alguns alimentos que são considerados como afrodisíacos, existem também os alimentos que diminuem o apetite sexual. E se você quiser voltar a ter a sua libido de volta, é necessário que elas evitem alguns tipos de alimentos, como:

Álcool

Consumir bebidas alcoólicas na medida certa não causa qualquer dano a libido. O problema é que nem todas as mulheres sabem controlar a bebida e acabam exagerando, o que faz com que elas tenham dificuldades em atingir o orgasmo e, além disso, beber muito pode deixar a pessoa sonolenta.

Carne vermelha

Algumas carnes vermelhas contêm hormônios adicionados, o que pode fazer com que os seus hormônios fiquem desequilibrados, alterando diretamente na libido.

Feijão

O caso do feijão é muito subjetivo, pois algumas pessoas, ao comerem, poderão se sentir cheias de energia. Já outras pessoas poderão se sentir sonolentas, inchados, podendo até mesmo ter flatulências.

Água tônica

Muitas águas tônicas contêm a substância quinica, que está ligada diretamente à diminuição da função sexual. Portanto, se for ter relação sexual, evite bebê-la.

Batata frita

A batata frita é um alimento bem processado, contendo um índice glicêmico muito elevado, o que significa que a energia do corpo é liberada rapidamente.

Ao comer a batata frita, num primeiro momento você estará feliz, com uma sensação de saciedade, mas pouco tempo depois, os seus níveis de energia irão diminuir, deixando-o para baixo. E mais, dependendo do óleo em que for preparada, você poderá sofrer problemas como dores estomacais e com indigestão, por isso opte por uma fritadeira sem óleo como a Airfryer.

Para ajudá-las, agora os alimentos que ajudam a aumentar a libido

Aspargo

Alguns alimentos são excelentes para aumentar a libido feminina. Para você ficar ciente, os alimentos que ajudarão a aumentar a libido da mulher são:

Aspargos

As vitaminas E encontradas nos aspargos ajudam o seu corpo a produzir hormônios como o estrogênio e progesterona, que circulam pele corrente sanguínea e estimulam respostas sexuais como o inchaço do clitóris e lubrificação vaginal.

Ostras

As ostras têm um incrível poder de promover a excitação. São cheios de zinco, um mineral que potencializa a produção de testosterona, fazendo com que o apetite sexual aumente.

Abacate

O abacate é rico em vitamina E, e é considerado um alimento afrodisíaco que potencializa a libido. Além da vitamina E, ele fornece uma quantidade de energia na forma de gordura saudável para queimar. E não há melhor maneira de queimar a gordura do que com quem se ama, não é mesmo?

Morangos

O morango contém grandes quantidades de folatos e vitamina C, por isso são considerados alimentos que estão ligados diretamente à sensualidade das mulheres.

Melancia

A melancia ajuda a circulação, o que melhora o fluxo sanguíneo. Com isso, todas as partes do corpo que recebem sangue ficam mais vivas. As melancias também são uma boa fonte de antioxidantes, o que melhora a saúde geral e o bem-estar, tornando seu sexo mais participativo e saudável.